Em: 28 de junho de 2017

Secretaria de Saúde inicia testes da orelhinha e da linguinha

A Secretaria Municipal de Saúde deu início na última sexta-feira (23/06) aos testes da orelhinha e da lingüinha. A nossa primeira paciente foi Maria Luiza, que passou pelos procedimentos de análises realizados pela fonoaudióloga Dra. Emanuela Alves.

Estes procedimentos são obrigatórios para as cidades aonde tem hospitais e maternidades das redes pública e particular passando a realizar o chamado teste da lingüinha e também testes da orelhinha em recém-nascidos. A determinação foi criada pela Lei 13.002/2014.
A realização do teste da linguinha é de extrema importância para o desenvolvimento da criança, pois através desse exame poderá se detectar eventuais problemas de fala, como a “língua presa”.

O exame consiste em verificar se existe alteração no frênulo (conhecido como freio), que é a membrana que liga a parte inferior da língua ao assoalho (ou a base, como preferir) da boca. Caso seja detectada a “língua presa”, um pequeno corte na membrana é realizado.
Já o Teste da Orelhinha ou Triagem Auditiva Neonatal é realizada nos primeiros 90 dias de vida do bebê. O teste é realizado utilizando-se do aparelho de emissões Otoacústicas com um fone de ouvido.

Um dos sentidos mais importantes para o desenvolvimento completo da criança é a audição. O bebê já escuta desde bem pequeno, antes mesmo de ser erguido pelo doutor em sua apresentação ao mundo. Isso acontece a partir do quinto mês de gestação, onde o bebê ouve os sons do corpo da mamãe e sua voz.